Como aprender línguas?

Achado: 7
Para além de tirar cursos de línguas, há sempre outras coisas que pode fazer para melhorar enquanto aprendente de uma língua, quer num nível de iniciação quer num nível avançado. Com base na experiência de professores e de outros aprendentes, apresentamos-lhe algumas dicas e ferramentas úteis.
Escolha a sua abordagem. Existem muitos métodos e abordagens de aprendizagem diferentes, nomeadamente aulas em sala, auto-aprendizagem e cursos por telefone, cursos de imersão no estrangeiro, aprendizagem virtual, entre muitos outros. Opte pela combinação que melhor se adapta a si.
Há uma certa aura de génio associada ao facto de se falar línguas. Mas o multi-linguismo não está apenas reservado aos linguistas académicos e letrados, já que muitas celebridades europeias são também multilingues.
Aprender uma língua nova é como aprender música: requer alguns esforços, mas é extremamente gratificante e a viagem pode ser tão divertida como a chegada, podendo isto ser confirmado por qualquer pessoa que se tenha feito a esta estrada.
Algumas pessoas aprendem uma língua por motivos essencialmente práticos. Angel, especialista informático búlgaro que vive na Bélgica, explica: «Aprendi francês por motivos estritamente profissionais e para poder comunicar com os habitantes do país onde vivo».
As pessoas que ainda não se fizeram à estrada da aprendizagem de uma língua estrangeira podem sentir-se ansiosas ou receosas, como quando olham para o mar e não sabem nadar. Mas estudar uma língua é um pouco como aprender a nadar: depois do primeiro mergulho, é surpreendentemente sempre a direito.
Muitas pessoas convencem-se a não aprender uma língua porque têm a sensação de que irão precisar de uma vida inteira para aprender todas as palavras e toda a gramática. Está no entanto provado que, com a abordagem e a motivação certa, muita gente pode, pelo menos, adquirir um domínio básico de uma língua estrangeira.

© União Europeia

Study in Poland